IBTEL Instituto Bíblico Teológico Elohim

quarta-feira, 31 de janeiro de 2018








Prof. Euler L. MOREIRA



A Salvação é para todos os homens?

(Uma análise Léxico-Sintática da palavra “pas” “todo, todos, o todo” em diversas passagens do Novo Testamento)




João 1.2-5

2 οὗτος ἦν ἐν ἀρχῇ πρὸς τὸν θεόν.
3 πάντα δι’ αὐτοῦ ἐγένετο, καὶ χωρὶς αὐτοῦ ἐγένετο οὐδὲ ἕν. ὃ γέγονεν
4 ἐν αὐτῷ ζωὴ ἦν, καὶ ἡ ζωὴ ἦν τὸ φῶς τῶν ἀνθρώπων·
5 καὶ τὸ φῶς ἐν τῇ σκοτίᾳ φαίνει, καὶ ἡ σκοτία αὐτὸ οὐ κατέλαβεν






Introdução

Nesta síntese, iremos apresentar uma análise do termo grego “todo” em relação a Salvação. Mas primeiro, veremos onde ela ocorre nas diversas passagens dando um tipo de sentido. Sabemos que há uma discussão muito grande em relação a esse termo. Dois sistemas de interpretação ao logo dos séculos, vem se “enfrentando” no campo das ideias, sobre o real entendimento soteriológico aplicado ao homem. Uma perguntas crucial é feita: a palavra “todo”, “todos” no que tange a salvação na bíblia é limitada a certas pessoas, ou não? Através desse pequeno estudo venho elucidar algumas regras para colocar todas as observações no seu devido lugar. Não quero aqui dissecar o assunto, mas somente cooperar, para que os interessados possam tirar suas devidas conclusões.
O que irei apresentar é a posição estritamente declarada no léxico de Edward Robinson, léxico baseado em domínio semântico de Johannes Louw – Eugene Nida,  dicionário do Novo Testamento grego de W.C TAYLOR, e outras obras que serão apresentadas nas referências bibliográficas desta síntese e poderão ser consultadas.

       Análise Léxico-sintaxe

       O emprego de paς segundo os gramáticos
O terno grego paςque está numa classe de adjetivos pode muito bem funcionar como “predicativo com um substantivo procedente de artigo”. Na função predicativa, adjetivo faz uma afirmação sobre o substantivo, declarando alguma qualidade considerada digna de destaque. Mas também pode funcionar como atributiva.
Ex: passa h poliς  toda a cidade. (Posição predicativa)
       Pssai ai poleiς  todas as cidades. (Posição predicativa)
        h passa poliς  a cidade inteira, como um todo. (Posição atributiva)
O substantivo quando aparece no singular sem artigo paςtem o sentido de cada.
Ex: paς oroς  cada manhã. 
Com artigo e com particípio
Ex: paς o pisteuwn  todo o que crê; panteς oi pisteuonteς todos os que creem; panta ta onta ekei, todas as coisas que estão ali. 
Os exemplos supracitados, nos mostram a maneira de se entender uma sentença em grego. Exegetas e estudiosos, devem observar cada regra para poderem aplica-las e assim extrair do texto o real significado.
Significado semântico
Segundo os dicionaristas, toda a palavra é carregado de significados. Descobrir o que cada palavra significa dentro de uma sentença, ou enunciado, leva o exegeta a se aproximar mais do texto e assim estará entendendo sem preconceito dogmático a mensagem. Por isso, veremos o significado semântico de paς.
Segundo o DITN (dicionário Internacional de Teologia do Novo Testamento. p. 2521-2522), o termo “pas” como adjetivo no singular:
(a) sem artigo significa “cada”; (b) antes do substantiva com  artigo, “todo” (pasa he Ioudaia  Mt 3:5); (c) entre o artigo e o substantivo, “inteiro” “todo” (ho pas nomos Gl 5:14) “toda a lei”. Aqui se ressalta a soma total em contraste com as partes, o objeto completo em oposição às porções separadas, “pas” no plural significa “todos”, pas como substantivo significa “cada um”, “todos”. Vinculado com tis significa “qualquer um”, com to pan significa “tudo”, “a totalidade”, e também o ponto principal, en panti significa “em cada assunto”, com respeito a “tudo” “em tudo”.
O neutro plural panta significa “todas as coisas”, ta panta “tudo isto” (2 Co 4:15), “todas as coisas” ( Rm 11:36; Cl 1:16-17). Em Grego secular, ta panta também significa “a totalidade”, “o universo”, hapas é uma forma fortalecida de pas, frequentemente empregada com o mesmo sentido, mas às vezes com um significado Intensificado, “a totalidade”, “tudo”, “todos”.
Examinando as sentenças em grego com paς.
Ressaltando as regras já estabelecida nos léxicos e dicionários. 
a) “Quando ‘pas’ aparece antes de um substantivo com o artigo, traz a ideia de uma totalidade, todo, o todo”. 
  “E eu vos digo que nem mesmo Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como qualquer deles”. (Mt. 6:29 ACF)
        λέγω δὲ ὑμῖν ὅτι οὐδὲ Σολομὼν ἐν πάσῃ τῇ δόξῃ αὐτοῦ περιεβάλετο ὡς ἓν τούτων
Observamos que o termo “pase te doxa outou” está se referindo a tudo (honra, dignidade, majestade) que Salomão possuía. Dando uma ideia de uma totalidade, mas sem especificar cada elemento do seu reino.
 “E toda a multidão do povo estava fora, orando, à hora do incenso”. (Lc 1:10   ACF)
         καὶ πᾶν τὸ πλῆθος ἦν τοῦ λαοῦ προσευχόμενον ἔξω τῇ ὥρᾳ τοῦ θυμιάματος.
A expressão “pan to plethos” (toda a multidão), utilizando o artigo com seu substantivo, mostrando que não era qualquer multidão que estava ali. Mas uma multidão com fortes crenças religiosas. O adjetivo predicativo nominativo “pan” qualifica todo a multidão de uma forma coletiva e vibrante, sem trazer uma ideia de cada indivíduo envolvido. 
Podemos nos valer de mais um texto, mostrando que o termo “pas” antes de um substantivo com o artigo se refere a uma totalidade ou todo, sem trazer aquela ideia de individualidade.
          “Então, saíam a ter com ele Jerusalém, toda a Judéia e toda a circunvizinhança do Jordão”; (Mt. 3:5 ARA)
         Τότε ἐξεπορεύετο πρὸς αὐτὸν Ἱεροσόλυμα καὶ πᾶσα ἡ Ἰουδαία καὶ πᾶσα ἡ περίχωρος τοῦ Ἰορδάνου
       Mais uma vez “pasa” estando no singular e antes de um substantivo com o artigo, demostra uma unidade coletiva totalitária. Indicando que “toda a Judéia” (metonímia indicativo para os habitantes) sem delimitar as suas cidades com os seus habitantes saiam para ouvir a mensagem de João Batista.
Os exemplos são o suficiente, para elucidarmos a palavra paς”. Mas se desejarem ir mais adiante, podem verificar esses textos: Mt. 8.32; Mc 5.33; Jo 8.2; Rm 3.19; 4.16.
        O emprego do termo paς” trazendo uma ênfase de número definido
Nos primeiros exemplos, tentamos levar o leitor a conceber que o termo “pas” em diversas passagens indica uma ideia de unidade, uma totalidade, todo, o todo, que nessa visão o singular é usado com o substantivo com artigo. Agora avançando em nosso estudo, o mesmo termo com seus respectivos casos vai nos trazer a ideia de um número definido.
a)      paςno plural com Substantivo com artigo no plural
 “De sorte que todas as gerações, desde Abraão até Davi, são catorze gerações”... (Mt 1:17 ACF)
 Πᾶσαι αἱ γενεαὶ ἀπὸ Ἀβραὰμ ἕως Δαυὶδ γενεαὶ δεκατέσσαρες, καὶ ἀπὸ Δαυὶδ

O texto é bem claro quando trabalha “pas” como um número definido. Nesso caso “pas” tem um reforçõ a mais pela preposição “apo”( desde)  e o adverbio “eos” (até), que reforçam essa delimitação.
Veremos outro exemplo onde “pas” é um número definido entes de uma palavra que se segue.
“E, levantando-se o sumo sacerdote, e todos os que estavam com ele (e eram eles da seita dos saduceus), encheram-se de inveja”, (Acts 5:17 ACF)
Ἀναστὰς δὲ ὁ ἀρχιερεὺς καὶ πάντες οἱ σὺν αὐτῷ- ἡ οὖσα αἵρεσις τῶν Σαδδουκαίων ἐπλήσθησαν ζήλου,
O termo está mais uma vez nos trazendo a ideia de um número definido. Pois o é ressaltado que a seita dos saduceus estava no local. Era possivelmente no Sinédrio que eles estavam, fazendo um tipo de reunião. Numa reunião de fato tem um número definido de pessoas.
Nos dois exemplos o adjetivo “pas” indicou um número definido. Devemo sempre recorrer ao contexto em que a palavra está inserida para termos mais segurança no momento de extrairmos o verdadeiro significado.
Número indefinido (sem o artigo)
Em nossa próxima análise, vamos expor alguns textos importantíssimos que trazem um número indefinido aos elementos que estão no enunciado.
“Porque hás de ser sua testemunha para com todos os homens do que tens visto e ouvido. (At 22:15 ACF)
Ὅτι ἔσῃ μάρτυς αὐτῷ πρὸς πάντας ἀνθρώπους ὧν ἑώρακας καὶ ἤκουσας
A frase “com todos os homens” está fortemente indefinida diante do texto. Pois não está delimitado quais homens o apostolo Paulo poderia testemunhar acerca do evangelho. Sabemos que o apóstolo, evangelizou tanto judeus como gentios e isso é notório. Mas pela frase o próprio Paulo nos deixa um número indefinido de homens que tem de levar as boas novas de salvação.
         Duas passagens que tem o mesmo valor em sintaxe e ideia teológica vão ser analisadas posteriormente. Diante das regras do léxico de Edward Robinson, que é a principal fonte desse estudo, o termo “pas” no sua forma plural sucedido por um substantivo sem o artigo está indicando um número indefinido.
        Analisaremos outas passagens que se enquadram na mesma regra, implicando assim um número indefinido. 
Vejamos:
“Porque hás de ser sua testemunha para com todos os homens do que tens visto e ouvido”. (At 22:15 ACF). 
Ὅτι ἔσῃ μάρτυς αὐτῷ πρὸς πάντας ἀνθρώπους ὧν ἑώρακας καὶ ἤκουσας.
“Portanto, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens por isso que todos pecaram”. (Rm. 5:12 ACF).
Διὰ τοῦτο, ὥσπερ δι᾽ ἑνὸς ἀνθρώπου ἡ ἁμαρτία εἰς τὸν κόσμον εἰσῆλθεν, καὶ διὰ τῆς ἁμαρτίας ὁ θάνατος, καὶ οὕτως εἰς πάντας ἀνθρώπους ὁ θάνατος διῆλθεν, ἐφ᾽ ᾧ πάντες ἥμαρτον
“Pois assim como por uma só ofensa veio o juízo sobre todos os homens para condenação, assim também por um só ato de justiça veio a graça sobre todos os homens para justificação de vida. (Rm. 5:18 ACF)
Ἄρα οὖν ὡς δι᾽ ἑνὸς παραπτώματος εἰς πάντας ἀνθρώπους εἰς κατάκριμα, οὕτως καὶ δι᾽ ἑνὸς δικαιώματος εἰς πάντας ἀνθρώπους εἰς δικαίωσιν ζωῆς.
“E outra vez, quando introduz no mundo o primogênito, diz: E todos os anjos de Deus o adorem”.      (Hb. 1:6 ACF).
Ὅταν δὲ πάλιν εἰσαγάγῃ τὸν πρωτότοκον εἰς τὴν οἰκουμένην λέγει, Καὶ προσκυνησάτωσαν αὐτῷ πάντες ἄγγελοι θεοῦ”.
Vimos que em todos os casos os substantivos estão sem artigo. Portanto o entendimento de toda a sentença é uma clara indefinição.
Agora quero chamar sua atenção para dois textos muito discutido. Tudo que ressaltei até agora, fora baseado em gramáticas e léxicos. Trazendo assim uma base sólida e exegética do assunto em pauta.
Vejamos as referidas passagens.
“Porque a graça de Deus se há manifestado, trazendo salvação a todos os homens” (Tt 2:11 ACF)
Ἐπεφάνη γὰρ ἡ χάρις τοῦ θεοῦ ἡ σωτήριος πᾶσιν ἀνθρώποις, 
        o qual deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao pleno conhecimento da verdade”. (1 Tim. 2:4 ARA)
ὃς πάντας ἀνθρώπους θέλει σωθῆναι καὶ εἰς ἐπίγνωσιν ἀληθείας ἐλθεῖν.
     Em Tito 2.11 πᾶσιν  é um adjetivo dativo masculino plural, concordando claro com o seu substantivo ἀνθρώποις dativo masculino plural sem artigo definido. Também em 2 Tm 2,4, πάντας que é um adjetivo dativo masculino plural concordando com o seu substantivo ἀνθρώπους dativo masculino plural se enquadrando na regra proposta.
Os dois textos citados em destaque neste estudo, não podem ser tidos como uma passagem que indica um número definido. Portanto, a salvação vinda por Deus é para “todos os homens” sem distinção de raça, cor, e etnia. O texto não vislumbra um grupo de pessoas e nem uma unidade coletiva singular, mas a “todos” em geral sem mencionar definição restrita.
Na passagem de Tito 2.11, enfatiza o termo χάριςgraçacomo uma “manifestação” eπεφάνη cujo o significado é “fazer aparecer, mostrar-se em”. É visto também que ela está relacionada como posse no substantivo tou qeou”. Ou seja, ela (graça) procede de Deus, pois é gerada Nele. Da mesma sorte, a salvação é trazido por ela, para todos os homens porque ambas provém de Deus.   
Em 1Tm 2.4, o que me chama atenção é o verbo θέλει, que por causa de sua terminação ει está na terceira pessoa do singular de θέλw ( verbo indicativo presente ativo da primeira pessoa do singular).
    Na classe gramatical θέλει está no modo indicativo, pois está ligado a qeou que é o praticante da ação verbal. O modo indicativo, é o modo da afirmação da realidade e representa a ação do verbo como real. Ou seja, o desejo de Deus em salvar todos os homens é de fato real e não imaginário. O verbo está também no tempo presente e na voz ativa.
Segundo Lourenço S. Rega o mesmo nos explica sobre o tempo presente dizendo que “em todos os modos, incluindo o indicativo, o presente expressa uma ação contínua ou num estado incompleto, chamada ação durativa ou linear. A ação é considerada como progredindo, em andamento, acontecendo”.
Se a ação é considerada como progredindo, em andamento, como acontecendo, então o desejo, a vontade de Deus, em salvar todos os homens, está ativa e vivificante em Deus, em função real e presente segundo a visão de Paulo, que usou esse termo, nesse tempo presente na voz ativa. O termo ἀνθρώπους (anthpopous), está sem artigo e no plural, mostrando assim um número indefinido de pessoas na salvação. Tanto em Tt 2.11, quanto em 1Tm 2.4, de acordo com as regras gramaticais não podemos conceber um número definido de pessoa.
João 3.16
Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna (Jo. 3:16 ACF)          
Οὕτως γὰρ ἠγάπησεν ὁ θεὸς τὸν κόσμον, ὥστε τὸν υἱὸν αὐτοῦ τὸν μονογενῆ ἔδωκεν, ἵνα πᾶς ὁ πιστεύων εἰς αὐτὸν μὴ ἀπόληται, ἀλλ᾽ ἔχῃ ζωὴν αἰώνιον.
Sabemos que “pas” no singular está indicando e vislumbrando “todo”. Já o particípio πιστεύων no presente ativo nominativo de πιστεύω, que nesse caso tem a função de adjetivo substantivado, nos traz a tradução de, o crente, o que crê, quem crê, aquele que crê. A relação da palavra “pas” com o adjetivo substantivado “pisteuo” é um indicativo de “todo” indivíduo em número indefinido, sem apontar quem, expressar a “crença, crer continuamente” Nele (no Filho de Deus) tem vida eterna. Pois um particípio presente quer dizer uma ação contínua, em andamento.



Conclusão

O objetivo desse estudo, como já foi mencionado no prologo do mesmo, não é de maneira alguma esgotar o assunto. Mas contribuir com a escritura sagrada, utilizando a ferramenta exegética que é indispensável nessa análise.

Desde já, agradeço a todos os leitores desse tão pequeno estudo.



       Referências Bibliográficas

1.   Almeida Corrigida Fiel.
2.   Almeida Revista Atualizada.
3.   Almeida Revista Corrigida.
4.        LOURENÇO Stelio R.; JOHANNES, Bergmann. Noções do Grego Bíblico. Gramática fundamental. Ed. Vida Nova,2012.
5.        DOBSON H. John. Aprenda o Grego do Novo Testamento. Ed: CPAD, RJ. 1994.
6.        WALLACE B. Daniel. Gramática Grega. Com índice Bíblico e Palavras Gregas. Ed. Batista Regular do Brasil. 2009. RJ.
7.        FRITZ, Rienecker; CLEON, Roger; Tradução do Gordon Chown. Chave Lingística do Novo Testamento Grego. Ed. Vida Nova. SP,1995
8.        ROBINSON, Edward. Lexico Grego do Novo Testamento. Ed. CPAD.
9.        JOHANNES; EUGENE. Léxico grego portugês. Baseado em domínios semânticos. SBB.
10.    MOUNCE, D, Wiliam. Léxico Analítico do Novo Testamento Grego. Ed. Vida Nova.
11.    SERGIO, Paulo; OLIVETT, Odayr. Novo Testamento Interlinear. Ed. Cultura Cristã.
12.    LUZ, Carvalho. W. Novo Testamento Interlinear. Ed. Hagnos.
13.    TAYLOR, W.C. Introdução ao estudo do Novo Testamento Grego. Ed. Batista Regular.
14.    SOARES, Esequias. Gramática Prática. Ed. Hagnos

15.    SOUZA, Luiz. Gramática do Grego Koiné.